.comment-link {margin-left:.6em;}

terça-feira, maio 31, 2005

 

O mal do Tabaco

Por mais campanhas que se tenham feito até agora, o certo é que não tem sido significativa a diminuição dos fumadores.
E o tabaco, como qualquer outra droga, continua a ser um grande negócio para quem o produz e mesmo para o Estado com os impostos que lançaram sobre tão maléfica substância!
Se há produtos farmaceuticos que, segundo se confirma, ajudam a tirar o vício do tabagismo, o certo é que só a força de vontade de cada um pode conduzir ao abandono do consumo do tabaco.
Que custa, custa, mas que temos o dever de zelar pela saúde, também é verdade!
Sempre ouvi dizer que fumar cigarrilha ou charutos não era tão prejudicial como fumar cigarros.
Mas uma coisa é certa: durante cerca de 50 anos(!) fumei sempre cigarrilhas e, por vezes, charutos, no entanto, o mal estar e os brônqueos, sobretudo, ressentiam-se à mesma.
Deixei de fumar há 6 meses e 6 dias (é bom que se contem os dias, para melhor avaliarmos o esforço e a força de vontade que vamos fazendo).
E costumo dizer que há três vícios que ou se deixam totalmente e de repente, ou, aos poucos e não dá nada: o das mulheres, o do jogo e o do fumo!
Neste dia dedicado mundialmente contra o tabagismo, aqui fica o meu testemunho, que espero poder preservar, para meu bem e para o de todos aqueles que são fumadores passivos!

Luís de Melo Biscaia

Comments:
é...com a idade vamos deixando isso tudo. E só lucramos !
 
Eu nunca fumei, e só tenho que agradecer ao meu pai uma "conversinha" que tivemos de "pai para filho". Sem tentar proibir-me de fumar, o meu pai acabou por conseguir que eu, ainda hoje, aos 28 anos, não fume!

Um abraço a todos...
 
Cool blog, interesting information... Keep it UP » » »
 
Enviar um comentário



<< Home

This page is powered by Blogger. Isn't yours?