.comment-link {margin-left:.6em;}

domingo, novembro 13, 2005

 

O Museu da Resistência

Edmundo Pedro, grande lutador anti-fascista, que esteve nove anos preso no campo do Tarrafal, onde foi torturado, como, aliás tantos outros ( alguns até à morte) disse recentemente e bem que o povo sem memória é um povo sem futuro.
E esta afirmação não perde nunca actualidade.
Edmundo Pedro faz parte de um movimento cívico que pretende que na antiga sede da Pide-DGS se crie o Museu da Resistência, em vez de se permitir que naquele espaço se faça um condomínio de luxo como alguns querem.
Essa personalidade que é uma valiosa referência da resiatência à ditadura de Salazar-Caetano, que subjugou o povo português durante quase meio século, encabeçou, ontem, no Chiado, um grupo de antigos opositores a esse horrendo regime autoritário para distribuirem um manifesto intitulado " Não apaguem a memória".
A Associação 25 de Abril já aderiu a esse movimento, cujos propósitos têm toda a razão de ser.
Esse tenebroso período da ditadura jamais poderá ser esquecido!

Comments:
Wonderful and informative web site. I used information from that site its great. »
 
Enviar um comentário



<< Home

This page is powered by Blogger. Isn't yours?