.comment-link {margin-left:.6em;}

segunda-feira, janeiro 16, 2006

 

A Navalfoz precisa de ajuda

Esta empresa tem presentemente cem empregados e são várias as encomendas em carteira, provenientes da França, Espanha, Angola, Moçambique, Guiné-Bissau, Brasil, além de Portugal.
Para continuar a sua actividade precisa, com urgência, que lhe seja concedido um crédito bancário, que não tem conseguido dado que as suas instalações estão em terreno do domínio público marítimo concedido anualmente.
O banco exige hipoteca, mas esta, por aquela razão, não pode ser feita.
E o certo é que, para trabalhar e poder satisfazer as encomendas que tem, a Navalfoz necessita da ajuda do governo, mormente do Ministério da Economia.
Pelo que já foi noticiado a eurodeputada Ilda Figueiredo que visitou aquela empresa e se inteirou da sua situação, escreveu a Manuel Pinho solicitando a sua intervenção rápida junto da Caixa geral de Depósitos para que esta faça o empréstimo necessário para ser possível o investimento e a manutenção dos postos de trabalho.
Entendemos, porém, que também a Câmara, se já não o fez, devia interessar-se pelo assunto, procurando evitar que desapareça uma empresa da construção naval e caiam no desemprego os seus trabalhadores.

Comments:
You have an outstanding good and well structured site. I enjoyed browsing through it video editing schools
 
Enviar um comentário



<< Home

This page is powered by Blogger. Isn't yours?