.comment-link {margin-left:.6em;}

segunda-feira, junho 13, 2005

 

Álvaro Cunhal

Com 91 anos, faleceu, o líder histórico do partido comunista português. Embora já afastado,há anos, da política partidária activa, Álvaro Cunhal, no entanto, e com toda a justiça nunca deixou de ser uma referência essencial entre os comunistas portugueses e não só. Mesmo que em divergência total com os princípios e ideias que ele coerentemente sempre defendeu, há que reconhecer, nessa defesa, muita coragem e determinação. Foi, sem dúvida, uma figura marcante da 2ª década da nossa história do séc. XX, nunca se tendo desviado, contra ventos e marés do Marxismo-Leninismo que o orientou desde muito jovem. Os trabalhadores portugueses sempre tiveram nele um apoio político importante sem que, contudo, muitas vezes tal apoio tivesse consequências frutuosas.
Morreu um cidadão firme quanto ao seu idealismo embora não o tenha conseguido afirmar plenamente depois da Revolução de Abril.
Dele fica o exemplo de uma corajosa luta anti-fascista que o levou, muitas vezes, a sofrer a opressão e a violência da ditadura de Salazar.
Dele fica, também, a organização bem cuidade de um partido, que continua, quanto a nós, a ser preciso no regime democrático.
De salientar que Álvaro Cunhal além de político foi escritor e artista plástico, com valor justamente reconhecido.

Comments:
As milhares de pessoas que acompanharam o cortejo funebre de Cunhal, foram bem representativas do apreço do povo português.

Morreu um grande politico, um grande lutador pela igualdade social... enfim morreu um grande homem...

Aquele abraço
 
This is very interesting site... » » »
 
Where did you find it? Interesting read »
 
Enviar um comentário



<< Home

This page is powered by Blogger. Isn't yours?