.comment-link {margin-left:.6em;}

sexta-feira, julho 15, 2005

 

O voluntariado

É ainda pouco conhecido e menos reconhecido o importante trabalho realizado por muitos voluntários em vários sectores do nosso país quer mesmo no estrangeiro.
E, no mundo de hoje, em que os Estados não podem dar solução a tantes e graves problemas sociais, ainda bem que se vão multiplicando as vocações de voluntários, já que, na verdade, por vezes de autênticas e corajosas vocações se trata.
Nos hospitais, nos lares, nas prisões, nos bairros degradados, junto dos sem abrigo, das prostitutas, dos toxicodependentes, das mulheres e crianças que sofrem maus tratos, etc, há, felizmente grupos de pessoas de boa formação moral e que sentem verdadeiramente a fraternidade, o desejo de ajudar o próximo ou de lhe proporcionar uma melhor qualidade de vida.
E há portugueses, jovens ou mais idosos que se dispõem a sair do país, deixando as suas casas, os seus familiares e as suas comodidades, para, por exemplo, em África ou em Timor, prestarem os seus serviços de voluntariado, realizando onde é muito difícil viver uma obra meritória essencialmente de natureza social.
Por vezes, vão já aparecendo grupos ou organizações de voluntários com programas de acção delineados e com certo apoio financeiro.
Mas, também há quem , sem qualquer suporte, se dispõe a servir os que precisam de auxílio , não só material mas espiritual.
Todos esses voluntários são dignos da nossa admiração, merecendo o respeito e a gratidão das comunidades em que se inserem.
Não se trata de fazer " caridadezinha" trata-se de responder a um imperioso apelo de solidariedade e também de suprir, tanto quanto possível o que as instâncias oficiais ainda não podem ou não querem fazer.
Conhecemos alguns desses voluntários e sabemos quanta satisfação lhes dá poderem ser úteis a quem deles precisa, nem que seja com a sua carinhosa presença, com a sua companhia, com a sua compreensão, com a sua palavra amiga e reconfortante.
São, sem dúvida, pessoas de grande valor, de grande estatura moral.

Comments:
Luís,
fazer voluntariado é , de facto, muito louvável... e é lamentável a falta de condições financeiras... porque, infelizmente, apesar da imensa força de vontade, do empenho e do gosto de querer ajudar, ser muito, se não houver dinheiro, tudo se torna muito mais dificil...

... mas enfim...

Olha, bom fim-de-semana a ti,
e aos voluntários :D
 
Excellent, love it! »
 
Enviar um comentário



<< Home

This page is powered by Blogger. Isn't yours?