.comment-link {margin-left:.6em;}

sábado, outubro 22, 2005

 

Um bom exemplo

Os grandes grupos financeiros e bancários, que auferem anualmente enormes lucros, podiam e deviam investir ou comparticipar mais em obras sociais.
Podiam e deviam seguir exemplo do BES que, em Sacavém, instalou um lar para vítimas de doenças degenerativas, como a Alzheimer.
Aliás, tal banco tinha já mostrado a sua preocupação louvável pela assistência a idosos, custeando os encargos com outras unidades, com aquela finalidade.
Se ao estado compete manter e desenvolver uma sua função social, o certo é que quem pode deve dar a sua ajuda, pois muito há a fazer nesse sector, precisando o estado de parcerias privadas.

Comments:
I have been looking for sites like this for a long time. Thank you!
» »
 
Enviar um comentário



<< Home

This page is powered by Blogger. Isn't yours?