.comment-link {margin-left:.6em;}

sexta-feira, fevereiro 03, 2006

 

Bill Gates tem razão

Num encontro com estudantes, aquele importante empresário norte-americano aconselhou os jovens que tinha na sua presença a que não se deixassem seduzir apenas pelo dinheiro.
Em qualquer profissão há outros fins a atingir, mais úteis à sociedade, como contribuir para uma maior modernização em vários sectores, para um desenvolvimento intelectual, para uma observância de princípios e valores éticos, respeitar o culto da solidariedade, etc.
Na verdade, o que há é que saber aproveitar bem os méritos que cada um tem, aplicando-os o melhor possível sempre com o propósito de se valorizar a si próprio e de contribuir para o progresso da comunidade.
De Bill Gates, acusado muitas vezes de ser desleal na concorrência e ganancioso nos seus negócios, pode ficar, porém, este exemplo: foi alguém que se fez a si próprio, utilizou da melhor maneira a sua invulgar inteligência e qualidades de trabalho, sabendo, ainda muito jovem, criar um verdadeiro “ império” industrial, dando a muitos milhares de pessoas a oportunidade de colaborarem com ele.
Mas, além disso que é positivo, há ainda que ter em consideração e de louvar a enorme ajuda material que tem dado a povos, sobretudo de África e da Ásia, que vivem em estado de extrema pobreza, com privações de toda a ordem.
Bill gates esteve agora em Portugal, veio oferecer a sua valiosa colaboração em vários sectores, assinando com o nosso governo muitos protocolos, quase todos eles no campo da ciência informática, tão precisa no futuro.
Que Portugal saiba corresponder à intenção meritória daquele homem mais rico do mundo, mas que continua a trabalha intensamente, no campo da inovação, como fez questão de afirmar.

Comments:
Keep up the good work » »
 
Enviar um comentário



<< Home

This page is powered by Blogger. Isn't yours?