.comment-link {margin-left:.6em;}

domingo, março 19, 2006

 

O azar da Câmara perante os tribunais

Depois de ter sido enviado ao Ministério Público um processo para averiguações relativamente à venda do terreno do Vale do Galante, agora, teve-se conhecimento que o Supremo Tribunal Administrativo decidiu anular a concessão atribuída pela Câmara em Fevereiro de 2003 à empresa “ Vendárea “ para a gestão do parque de campismo.
No respectivo concurso foi preterida a “ Orbitur ” , que, naturalmente, levou a questão aos Tribunais.
A principal razão em que se baseou o Acordão daquele referido Tribunal assenta na falta de preenchimento dos requisitos elencados para o concurso.
A empresa ganhadora nesse concurso não tinha experiência na gestão de parques de campismo, pois apenas há poucos meses iniciara a sua actividade.
Poderá, então, concluir-se que o júri desse concurso não andou bem!
Mas o pior é que a “ Vendárea” investiu já no parque de campismo uns milhares d euros que, decerto, terão que ser reembolsados.
É mesmo azar da Câmara ou precipitação nas decisões que toma?!
A época de Verão não tarda e oxalá não haja, pelo que se está a passar neste caso, atraso na exploração do parque de campismo que constitui um valiosos pólo atractivo para o Turismo local.

Comments:
What a great site video editing programs
 
Enviar um comentário



<< Home

This page is powered by Blogger. Isn't yours?