.comment-link {margin-left:.6em;}

segunda-feira, julho 17, 2006

 

Padre Américo

Fez ontem 50 anos que morreu, num acidente de viação, o bom Padre Américo ou Pai Américo como muitos a quem ajudou chamavam com toda a justiça. Foi um sacerdote dinâmico, muito interessado em fazer o bem sobretudo às crianças abandonadas, sem família ou com família muito pobre.
Depois de muita luta conseguiu criar a casa do gaiato e a Obra da Rua.
Acreditando que não há rapazes maus, mas apenas infelizes, deu a mão a muitos, embora com grandes dificuldades, pois apenas pôde contar com a solidariedade privada.
Antes do Padre Américo, o que havia em Portugal eram os Reformatórios e os Asilos.
Na Casa do Gaiato, os jovens eram acolhidos e tratados com amor, dando-se-lhes uma boa formação moral e para além dela uma formação profissional, que fez de muitos, mesmo muitos que por ali passaram cidadãos válidos à sociedade.
O Padre Américo criou um jornal “ O Gaiato” em que muitos dos seus rapazes colaboravam e em que ele próprio, muitas vezes, fazia incluir uma prosa sua, que, pelas denúncias de miséria que fazia não agradava ao poder de então, merecendo o “ traço da censura”!
À sua maneira o Padre Américo foi um revolucionário e falou e escreveu sempre com frontalidade contra o que achava estar mal!
A obra do Padre Américo espalhou-se por vários lugares do país e, pouco a pouco, mobilizou muito sacerdotes que continuaram aquela obra.
E são muitos os que ainda hoje estão gratos à educação e formação que receberam nas Casas do Gaiato.
Agora também essas instituições estão a sofrer com problemas relacionados com o seu actual funcionamento, estamos em crer que tudo se resolverá e que o espírito que levou o Padre Américo a criá-las acabará por vingar.
Mas, seja como for, não se pode deixar de esquecer quem como o Pai Américo foi um grande homem e um sacerdote exemplar.

Comments:
That's a great story. Waiting for more. » » »
 
Enviar um comentário



<< Home

This page is powered by Blogger. Isn't yours?