.comment-link {margin-left:.6em;}

domingo, julho 05, 2009

 

A qualidade da nossa democracia

Infelizmente, são já muitos que pouco ou nada se importam em valorizar a democracia, observando os seus princípios éticos e programáticos.
Preferem viver sem essa preocupação, porque não sabem nem procuram saber o que é verdadeiramente esse regime político.
Aproveitam, sim, a liberdade, que é própria de tal regime, para se comportarem muitas vezes da pior maneira, julgando que tudo é permitido!
Vão sendo frequentes as situações de desrespeito pelo diálogo social e político, pela aceitação do pluralismo, pela solidariedade e pela justiça, pela convivência pacífica e democrática, e até pela boa educação.
Assim a nossa democracia vai empobrecendo, parecendo mais uma imitação de muito mau gosto do que deveria ser.
A arrogância, a prepotência, o incumprimento das leis, o desejo de enriquecer depressa mesmo por meios ilícitos, o favoritismo de amigos ou de quem tem a mesma opção política, a desonestidade, etc, imperam cada vez mais.
No entanto, os que apregoam, a todo o momento, que são democratas, na prática do dia-a-dia negam constantemente essa qualidade.
Já o dissemos e repetimos: à Revolução, que nos trouxe a Liberdade e a Democracia, não se seguiu uma revolução das mentalidades, que, durante os muitos anos da ditadura, estiveram anquilosadas e impedidas de fazer opções.
Era preciso que se tivesse feito uma campanha de formação, com competência e dedicação.
E bom teria sido que essa formação começasse logo nas escolas e também nos Partidos.
Estes pouco ou mesmo alguns nada têm feito de válido nesse sentido.
Estamos sempre a tempo de dar à nossa democracia o que ela merece, nunca esquecendo que se conquistou com muitos sacrifícios de toda a ordem.
Tal depende essencialmente da vontade firme de cada um.

Comments:
estou de acordo com todo o conteúdo, Sr. Dr. Melo Biscaia, já não há democratas, há sim quem se intitule de democrata e se comporta como um autocrata, bandido e oportunista, tipo alpinista politico, tudo para estar no poder e enriquecer. A Televisão em nada contribui para instrução das massas, nada de útil se aprende, então a SIC abusa, é só ver o programa a seguir ao telejornal, a escola deixou de dar a disciplina de introdução à politica que à 30 anos era obrigatória, e a filosofia, ainda será obrigatória? a classe política está a ter um comportamento tipico de uma sociedade de consumo, que busca o prazer, o imediato, o materialismo.
Não é por acaso que os comunistas russos, com os seus defeitos e virtudes, enviaram a Madonna a seguinte mensagem « aqui não se pode mexer o bumbum de um lado para o outro.É preciso vestir-se com recato, cantar de forma melódica e lembrar as regras morais» carta aberta enviada pelos comunistas de São Petersburgo, Rússia.
 
Publicar um comentário



<< Home

This page is powered by Blogger. Isn't yours?